Estudo sobre o livro Cântico dos Cânticos

020 – Cantares – O amor está no ar

Publicado em Introdução ao Antigo Testamento no dia 3 de outubro de 2012

Cântico dos cânticos

Introdução ao Livro de Cântico dos Cânticos – O amor está no ar

O nome do livro vem da tradução para o latim, a Vulgata. Este livro foi colocado entre os livros de sabedoria pois contém, implicitamente, instruções acerca do relacionamento sexual correto entre homem e mulher . No judaísmo posteiro era lido na páscoa em virtude da alegorização do amor divino por Israel.

A tradição judaica atribui a autoria do livro a Salomão, embora alguns eruditos creditem a composição a Ezequias devido à sua atitude em favor da preservação da literatura de sabedoria (Pv. 25:1; 2 Cr. 32:27-29). A dúvida quanto à autoria salomônica tem início no título, que em hebraico pode significar “de/para/sobre Salomão”. Embora o conteúdo do livro identifique Salomão como o personagem principal, nenhum trecho afirma sua autoria. Entretanto, os registros históricos de Israel demonstram que Salomão era hábil na composição de cânticos (1 Rs. 4:32). Outro fator que depõe a favor da autoria salomônica é o conhecimento da fauna e flora de Canaã, que também era um interesse de Salomão que ficou registrado na história (1 Rs. 4:33).

O livro de Cântico dos cânticos é o livro que possui mais abordagens de interpretação em toda a Bíblia. Estudiosos de diversas denominações e abordagens teológicas, tanto cristãos como judeus, estão muito divididos quanto à maneira de interpretá-lo. O quadro abaixo apresenta algumas dessas abordagens que têm sido sugeridas ao longo dos anos de estudo em cima deste livro.

1. Dramática Esta abordagem considera o livro como uma peça de teatro baseada nas antigas tragédias gregas. Esta teoria era bastante comum na tradição da igreja a partir do século III d.C.A poesia do livro é um roteiro para uma peça para encenação real, dividida em seis atos com duas cenas cada um.
2. Tipológica A abordagem tipológica não desconsidera a historicidade do livro, mas relaciona esta história com o relacionamento da aliança de Deus com Israel, para os intérpretes judeus, ou o relacionamento de Cristo com a Igreja, para os intérpretes cristãos.
3. Cúltica Esta linha de interpretação considera o livro como uma adaptação hebraica de um mito mesopotâmico da fertilidade. Os que adotam esta abordagem dizem que o amado é o deus Dode retratado numa encenação que associa os personagens mitológicos da trama para aceitação na fé hebraica.
4. Matrimonial Nesta abordagem supõe-se que o livro retrate o ciclo matrimonial com coleções de poemas similares aos cânticos árabes da antiguidade.
5. Didática A linha didática não rejeita a historicidade do livro, porém considera os aspectos morais de simplicidade, fidelidade, castidade e santidade no casamento acima das questões históricas.
6. Alegórica A abordagem alegórica difere da tipológica desconsiderando totalmente a historicidade do livro. A alegoria acontece quando o intérprete atribui um significado mais profundo ao conteúdo mesmo que o autor nunca tenha pretendido isso. Este foi o método mais utilizado nas tradições cristã e judaica na história.
7. Literal A interpretação literal considera a poesia por si mesma, isto é, uma manifestação de amor sensual e erótica de dois jovens apaixonados, combinando os elementos histórico e didático.Se Salomão não foi de fato o autor do livro, pode ainda ser considerado uma ironia sobre a exploração de Salomão sobre as mulheres e o caráter exemplar da Sulamita que rejeitou o cortejo do rei sobre si demonstrando fidelidade ao pastor plebeu.

Se Salomão não foi de fato o autor do livro, pode ainda ser considerado uma ironia sobre a exploração de Salomão sobre as mulheres e o caráter exemplar da Sulamita que rejeitou o cortejo do rei sobre si demonstrando fidelidade ao pastor plebeu.

Estrutura de Cântico dos Cânticos

O conteúdo de pode ser dividido da seguinte forma:

  • Cabeçalho – 1:1
  • A sulamita no harém de Salomão – 1:2 – 3:5
  • Salomão galanteia a sulamita – 3:6 – 7:9
  • A sulamita rejeita o rei Salomão – 7:10 – 8:4
  • O reencontro da sulamita com o pastor amado – 8:5-14

O estilo literário de Cântico dos cânticos, por apresentar uma visão pastoril israelita do segundo milênio a.C. nos parecem hoje indelicadas e até mesmo engraçadas (Ct. 4:2). Por vezes nos constrangemos com sua linguagem e metáfora (7:8). Contudo, esta era a linguagem literária para o amor nesta época, onde o jardim era retratado como símbolo erótico e de mistério do amor sexual entre um homem e uma mulher.

Propósito e conteúdo

A mensagem do livro de Cantares trata dos seguintes temas:

  • A perfeição do homem e da mulher criados à imagem de Deus
  • A sexualidade humana dentro dos limites estabelecidos por Deus
  • A integridade do amor humano
  • A nobreza de manter-se puro antes do casamento e da fidelidade após o casamento

O propósito do livro, independente da dificuldade em identificar todos os personagens, é celebrar o amor sexual entre um homem e uma mulher dentro do matrimônio instituído por Deus (Ct. 2:3-7, 16; 7:9-12).

A mensagem de Cântico dos cânticos está na contramão da perversão que se tornou o relacionamento sexual entre um homem e uma mulher, e mostra a dignidade da afeição erótica heterossexual dentro dos limites que Deus estabeleceu (Gn. 2:23-24; Rm. 1:24-32). Além disso o livro mostra que Deus criou o sexo também para o prazer e não apenas para a procriação (Ct. 6:2-3; Ct. 7:10-13; Ct. 8:1-3).

O livro tem o propósito de mostrar a diferença entre os tipos de afeição entre homem e mulher ao retratar o comportamento vulgar, sensual e polígamo de Salomão com seu harém (Ct. 6:8) com o amor simples, fiel, sincero e erótico da Sulamita por seu pastor amado.

O livro aborda a castidade nos jovens apaixonados (Ct. 4:12; 6:3; 7:10-13; 8:10) indo contra os costumes sexuais das sociedades da época. O livro mostra o caráter de um amor sincero e genuíno por meio do compromisso e integridade dentro dos limites do casamento ordenado por Deus.

Clique aqui para baixar este post em PDF.

Deixe seu comentário:

  • Katia

    Que TREMENDO seu estudo, completo, mas de fácil entendimento. Deus te abençoe.

  • Rosemery Pereira

    Olá Alexandre,
    Seus comentários muito nos ajudam , gostaria de saber se você tem a intenção de fazer o mesmo estudo sobre os livros do Novo Testamento e postá-los aqui.
    Seria de grande valia !
    Que Deus lhe abençoe !

  • Edu Collado

    Muito bom, tenho acompanhado seu trabalho pelo BTCast. Deus continue te abençoando.

  • Gabriel Ferreira

    quanto tempo opvo de jerusalem ficou cativo na babilônia

  • Gleydcy Rodrigues Pimenta

    otimo

  • Srt Chelly Oliver

    Muito bom mesmo q Deus continue ti abençoando grandemente.

  • André de Jesus

    Gostei muito importante serve até pra extrair para pregar Parabéns.

  • Aline

    Qual foi a bibliografia utilizada ?

  • Marcelo Bittencourt

    ótimo. Sempre me ajudando na leitura e estudo! Obrigado, Milhoman!

  • Lulu Nascimento

    Quem é ignorante, imbecil, burro mesmo,analfabeto de cultura
    Para crer na estória de Jó?
    Acredita que Deus é pequeno ao ponto de apostar com o diabo?
    Pior, faz isso as custas do sofrimento de um filho.
    Deus? apostando, destruindo toda umavida de fé?
    Ridículo.
    Ridículo quem escreveu essa estória.
    Ridículo e ignorante quem nela crê.

    • Guto Pagiossi

      kkk

    • Palavra De Vida

      kkkkkkkkkkk onde esta a sua teologia cara

    • Claudio Montentegro Campos

      “Meu caro amigo Lulu,

      A Palavra de Deus é toda ela inspirada. Não há nela fábulas de homens. Você precisa crê que a Bíblia é a Palavra de Deus. Claro que a história de Jó é real e aconteceu exatamente como alí está escrito. Deus prova os homens para no fim lhes dar muito mais do que eles perdem. No caso de Jó ele recebeu, além das bençãos espirituais, porque ele mesmo diz: “Eu te conhecia só de ouvir, mas agora os meus olhos te veem”. Mas ainda ele recebeu o dobro dos seus bens terrenos (materiais).

      Lulu, peça à Deus para lhe dar esclarecimento e revelação. O livro de Jó é o livro que possui o maior agregado científico de todos os livros da Bíblia e é o que primeiro foi escrito, entre todos os livros da Bíblia. Muitos sugerem que Moisés escreveu o livro de Jó. Leia este livro com fé e você será edificado grandemente.

    • PrNilo da Costa

      Ora, o homem natural não compreende as coisas do Espírito de Deus, porque lhe parecem loucura; e não pode entendê-las, porque elas se discernem espiritualmente.
      Mas o que é espiritual discerne bem tudo, e ele de ninguém é discernido.
      1 Coríntios 2:14,15

    • Alan Stuani Correa

      Sou cristão mas não sou leigo, a teologia nunca pode ser feita dentro da igreja para não ter interferências religiosas ou doutrinárias, a escolha do canon biblico, que a é a escolha dos livros que entram ou nao na biblia ja começa com controversias, Jó provavelmente não existiu, porque? tudo que tem na biblia e que realmente aconteceu, sempre tem uma referência na historia secular contada por outros povos nações, que mostra sua veracidade, um exemplo de jó não existe nenhuma referencia externa que testifique a existencia de jó, tanto que não se sabe quem escreveu o livro muito menos sua existencia, as coisas verdadeiras nao podem ter margem de erro, tipo nao se sabe quem foi o escritor ou o autor, as coisas de Deus tem que ser sim sim nao nao como se diz os cristãos tradicionais, so que eles mesmos se contradizem quando falam que um personagem biblico existiu sendo que nao sabem quem escreveu o o livro desse personagem, isso é um problema, ou é ou nao é. como o caso de Paulo errou falou 12 apostolos sendo que seria somente 11 pois judas já havia se suicidado, ele errou? os escribas erraram, ou 12 APOSTOLOS era uma instituição?

      • Kamylla Gilson Davi

        A paz do senhor irmão sou cristã e gosto muito de estudar a palavra do senhor você falou sobre jo que no não exisitia PK nao existir nenhuma referencia. Só que jo foi vem antes mesmo de Moisés . Moisés foi quem escreveu Gênesis , êxodo , Levítico , números e Deuteronômio,Moisés escreveu estes livros porque Deus revelou a ele como foi feita a criação e tudo mais até chegar em seus dias ….acredita-se que quem escreveu o livro de jo foi Moisés .quando Paulo fala dos 12 apóstolos foi PK Matias ficou no lugar de Judas o escariotes que traiu Jesus leia atos capítulo 1 e versículo 25 e 26

      • Simone

        Amado Alan, Paulo nao errou, pq com a morte de Judas foi escolhido a Matias para ficar em seu lugar, portanto, continuaram sendo 12. Abços

  • Alexandre

    Lulu Nascimento, bom dia, eu não iria comentar, mas é bom esclarecer porque não se deve criar dúvidas infundadas. Sou teólogo, mestre e estudioso da palavra de Deus, amado irmão tudo o que Deus deixou escrito não só na escrita mas também nos exemplos materiais comprovado cientificamente, sempre foi por amor a sua criação: “O Ser Humano”, estude e verá, um exemplo “A Arca de Noé”: encontraram a arca e a madeira foi testada para datar a época, comprovação científica e entre outros, digo de novo estude. Se você leu a história de Jó vai ver o quanto Deus lhe ama porque com tudo o que passou não blasfemou a Deus, e Deus não faz apostas porque ele é Deus, mas se você estudar, vai ver que o diabo foi questionar a Deus porque ele é o pai da mentira, mas Deus sabia das qualidades que Jó, como a sua fé inabalável e isso só aconteceu para que todos nós consigamos ver que não importa a adversidade da vida mas tenhamos fé em Deus para que vínhamos a alcançar a vitória sobre essas adversidades, através daquele que nos criou. Nunca fique com duvidas acreditando que a verdade esta totalmente naquilo que você pensa porque somos falhos, perfeito somente Deus, Jesus e o Espirito Santo, estude e você verá o que hoje não consegue ver, peça e aceite Jesus na sua vida que somente ele pode dar o verdadeiro entendimento e sentido na vida. Abraços.
    Observação: DEUS sem você continua sendo DEUS o nosso criador.
    Para reflexão estude o que é FÉ.

    • Palavra De Vida

      Excelente amado irmão tenho acompanhado vários estudos e você não se desvia da palavra de Deus e continue levando a palavra de Deus irmão ainda que satanás queira difundir seje firme na palavra.

  • Nauana Psi

    Os jovens deveriam ter a partir de 20 anos e não 25. Números Capítulo1 vs. 3

  • Milho, mencionei este estudo em um blog sobre vida cristã, com link para sua página original. Tudo bem? 🙂

  • Eberson Luiz

    Gostaria que alguém me explicasse o livro de Naum capitulo 3 do verso 10 ao 15 por favor, grato.

  • Enock

    Fala Milho! Como sempre SENSACIONAL!
    Como te falei no Telegram, além da edificação pessoal, seus posts tem ajuda a enriquecer, e muito, os sermões.
    Deus abençoe!

  • Jorge Nino

    Muito bom ah muitas duvidas que matei atrazes deste estudo e tambem adquiri
    mais conhecimento

  • Manoel Belem

    Deus sem o homem não é nada, o homem sem Deus continua sendo o homem, a medida de todas as coisas. Leiam, estudem, parem de escever merda.

  • Rodrigo Vieira da Silva

    Olá Alexandre, parabéns.
    Em meu site eu também publiquei uma breve introdução do livro de provérbios, confira.

    http://igrejarestauracaoevida.com.br/sermoes/introducao-ao-livro-de-proverbios/

  • Rodrigo Vieira da Silva

    Parabéns, pelo o artigo.
    Mas eu também produzi um material sobre a introdução do Livro de Levítico, vocês podem conferir no link abaixo.

    http://igrejarestauracaoevida.com.br/sermoes/introducao-do-livro-de-levitico/