Exegese de Filemon Archives - Alexandre Milhoranza

Conclusão

Publicado em Exegese de Filemon no dia 10 de dezembro de 2009

Esta é uma carta escrita com cortesia e amor cristão entre um companheiro de trabalho  e outro. Com todo amor, tato e polidez Paulo pede em favor de um escravo fugitivo. É uma carta que destaca a importância dos companheiros de trabalho, e nos mostra que não podemos fazer nada sozinhos, por mais proeminência que Continue lendo »



Saudações finais – v. 22-25

Publicado em Exegese de Filemon no dia 10 de dezembro de 2009

Paulo pede a Filemon pousada, pois tem o desejo de estar entre eles. Filemon, como indicado, parece ter uma residência grande o bastante para acomodá-lo, e não parece ser a primeira vez que hospeda alguém em sua casa. Como é de praxe, Paulo cita seus colaboradores, mostrando que a obra do evangelho não é feita Continue lendo »



Paulo constrange Filemon a aceitar Onésimo – v. 17-21

Publicado em Exegese de Filemon no dia 10 de dezembro de 2009

Provavelmente pensando na raiva que Filemon estava sentindo de Onésimo, Paulo apela para o companheirismo e a história de labor que tiveram juntos, e reforça seu pedido para Filemon receber Onésimo como se estivesse recebendo a ele próprio. Já que Onésimo agora era um irmão em Cristo, e Paulo já o era, não deveria haver Continue lendo »



A nova condição de Onésimo – v. 15-16

Publicado em Exegese de Filemon no dia 10 de dezembro de 2009

Paulo não esconde o erro de Onésimo, segundo as leis romanas, mas ressalta que agora ele é um irmão em Cristo, e isso está acima de qualquer lei humana. Onésimo havia aceitado voltar para seu senhor demonstrando estar arrependido pelo que fizera, resultado da graça de Deus em sua vida. O encontro com Jesus sempre Continue lendo »



O envio de Onésimo – v. 12-14

Publicado em Exegese de Filemon no dia 10 de dezembro de 2009

Paulo está pesaroso de mandar Onésimo de volta, pois ele lhe fora muito útil na prisão. Onésimo havia fugido de seu senhor, para uma suposta vida de liberdade. Porém, depois de sua conversão Onésimo não se importou em ficar com Paulo, antes abriu mão de sua própria liberdade, ainda que contra as normas, para ajudá-lo. Continue lendo »



O pedido a Filemon – v. 10-11

Publicado em Exegese de Filemon no dia 10 de dezembro de 2009

Finalmente Paulo entra no motivo de sua carta a Filemon. Tudo, até aqui, serviu como um preâmbulo, uma preparação, para este pedido em favor de Onésimo. Paulo trata Onésimo como seu próprio filho. Este era um tratamento que Paulo aplicava sobre seus discípulos. Havia feito o mesmo com Timóteo, e agora, com Onésimo, demonstra o Continue lendo »



O amor antes da autoridade – v. 8-9

Publicado em Exegese de Filemon no dia 10 de dezembro de 2009

Paulo havia recebdio do próprio Jesus autoridade apostólica, como ele mesmo o defendeu em outras ocasiões. Porém aqui, neste caso, ele abre mão de suas prerrogativas apostólicas e faz um preâmbulo para seu pedido baseado no amor cristão que tinham um pelo outro. Nem sempre o uso da autoridade eclesiástica se faz necessário, porém o Continue lendo »



Testemunho de Paulo sobre Filemon – v. 7

Publicado em Exegese de Filemon no dia 10 de dezembro de 2009

Mais uma vez Paulo testemunha sobre o amor de Filmeon para com o povo de Deus. E mais uma vez Paulo fica contente por isso, pois tem a consciência de que a Igreja de Jesus é um só corpo, uma família. E quando um de seus membros ajuda os outros, todo o corpo se beneficia. Continue lendo »



O entendimento das bênçãos recebidas – v.6

Publicado em Exegese de Filemon no dia 10 de dezembro de 2009

Eles estavam unidos uns aos outros pela fé em comum em Jesus. Paulo faz menção sobre sermos um só corpo, por estarmos unidos por esta fé, uma fé viva, que produz resultados em nossa alma, quando nos alegramos; e também produz resultados na sociedade, quando irmãos em necessidade são ajudados por outros em melhores condições. Continue lendo »



Agradecimento pelo testemunho de Filemon – v. 4-5

Publicado em Exegese de Filemon no dia 10 de dezembro de 2009

A intercessão era uma característica marcante de Paulo. Ele sabia que esta era uma arma poderosa em nossa luta. Outro fato que devemos considerar é que Paulo sempre animava seus discípulos e irmãos e agradecia a Deus quando ouvia algo de bom sobre eles. O fato de fazermos boas obras evidencia a ação do Espírito Continue lendo »



Página 1 de 212