O Sermão da Montanha – Fome e sede de justiça

Fome e sede de justiça de Deus

O Sermão da Montanha – Fome e sede da justiça de Deus

Para entendermos o que Jesus quis dizer com a expressão “fome e sede de justiça” é necessário que compreendamos que justiça, neste contexto, é a retidão de vida a partir da obediência à Palavra de Deus.

Continuar lendo O Sermão da Montanha – Fome e sede de justiça

O Sermão da Montanha – Os mansos

Sermão da Montanha - Os mansos

O Sermão da Montanha – Os mansos

O Sermão da Montanha exige o contrário dos cidadãos do Reino dos Céus, pois o sistema de pensamento atual nos pede para ganharmos o mundo. E muitas vezes, para conquistarmos o mundo é preciso ser agressivo, autoritário ou mostrar algum tipo de poder. Pede-se que passemos por cima de todos para ganharmos tudo.

Continuar lendo O Sermão da Montanha – Os mansos

O Sermão da Montanha – Aqueles que choram

Sermão da Montanha - Aqueles que choram

O Sermão da Montanha – Aqueles que choram

No Sermão da Montanha, após Jesus tratar sobre os pobres de espírito, ele continua a inverter a ordem natural do pensamento do mundo, pois este tenta evitar a todo o custo o choro e as lágrimas. Somos sempre aconselhados a esquecer os nossos problemas e as nossas preocupações, pois a proposta é sempre a mesma: “seja o mais feliz possível esquecendo-se seus problemas”.

Continuar lendo O Sermão da Montanha – Aqueles que choram

O Sermão da Montanha – As bem aventuranças

Sermão da Montanha

No trecho do Sermão da Montanha, conhecido como “bem aventuranças” (Mateus 5:3-12) Jesus trata do caráter do seu discípulo, isto é, quais são as características que fazem dele um verdadeiro seguidor. Entretanto, as bem aventuranças não se tratam de aspectos de um cristão nobre ou íntegro, nem foram dadas para cristãos mais piedosos ou mais iluminados.

Continuar lendo O Sermão da Montanha – As bem aventuranças